Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cepea: indicador de preço do café arábica cai 0,66% em agosto

São Paulo, 9 - O Indicador de preço do Cepea/Esalq para o café arábica, tipo 6, bebida dura para melhor, teve média de R$ 248,86 a saca de 60 kg (posto em São Paulo), em agosto. O resultado representa queda de 0,66% sobre o valor de julho.

Agência Estado |

Segundo os pesquisadores do Cepea, os cafeicultores estão capitalizados e seguram a oferta, "no aguardo de preços maiores".

Conforme o Cepea, o setor produtivo está capitalizado por diversas formas de apoio do governo, como CPRs (vendas futuras com garantia bancária). Existe, ainda, a possibilidade de realização de leilões de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro). Segundo o Cepea, os altos custos de produção reforçaram a retração vendedora.

Os estudiosos salientam que os números do terceiro levantamento sobre a safra brasileira de café 2008/09, divulgados ontem pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estão próximos mas, por questões metodológicas, ainda distintos. A Conab revisou a produção (arábica e robusta) para 45,85 milhões de sacas de 60 kg e o IBGE, para 2,8 milhões de toneladas, o que corresponde a 46,33 milhões de sacas de 60 kg.

Conillon - O Indicador de preço do Cepea/Esalq para café conillon (robusta), tipo 6, peneira 13 acima, teve média de R$ 214,21 a saca de 60 kg, representando queda de 1,08% em relação ao mês anterior. O conillon tipo 7/8, bica corrida, alcançou média de R$ 209,65 a saca, com recuo de 0,82% no período, a retirar no Espírito Santo.

Os pesquisadores do Cepea informam que a safra brasileira 2008/09 de café robusta foi revisada para 10,6 milhões de sacas. O Espírito Santo, maior produtor nacional da variedade, deverá colher 7,5 milhões de sacas, o que corresponde a uma queda de 1,5% sobre a temporada anterior (2007/08). Essa redução diverge bastante do esperado por agentes do setor, que estimavam quebra de cerca de 30%. O Cepea informa que, em virtude da seca que persistiu sobre os cafezais no segundo semestre de 2007, houve redução na quantidade de robusta, tipo 6, peneira 13 acima, em relação aos anos Anteriores.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG