Tamanho do texto

SANTIAGO (Reuters) - A Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal) cortou nesta quinta-feira a projeção de crescimento de América Latina e Caribe em 2009 para 1,9 por cento, menos da metade da estimativa feita em agosto, mas não previu recessão. A comissão também atualizou a estimativa de crescimento econômico da região em 2008 para 4,6 por cento, frente aos 4,7 por cento previstos em agosto.

Para o Brasil, a Cepal reduziu a previsão de crescimento em 2009 para 2,1 por cento, frente à estimativa anterior de 4 por cento. A comissão estima expansão de 5,9 por cento do país neste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.