Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Centro financeiro de Londres crê que falência do Lehman faz parte do sistema

Londres, 15 set (EFE) - O Governo da City de Londres, o bairro onde se encontra o centro financeiro da capital da Inglaterra, disse hoje que não há razão para que se estenda o pânico pela falência do Lehman Brothers, já que esta, apesar de ser grave, faz parte do reajuste dos serviços financeiros.

EFE |

Em mensagem voltada a levar calma aos operadores, o presidente da comissão de políticas e recursos da City, Stuart Fraser, afirmou que este centro financeiro "sobreviveu a temporais fortes antes e sobreviverá a este".

O Governo da City fornece serviços ao bairro financeiro e promove iniciativas e políticas que o beneficiem.

Em sua nota, Fraser, com ampla experiência pessoal em bancos de investimento, afirma que o caso do Lehman Brothers demonstra que "o contribuinte não pode pagar as contas de todos os fracassos" e cada situação deve ser tratada individualmente.

Ele adverte de que, nestes tempos ruins para o setor financeiro, "é preciso introduzir mudanças em como as coisas são manejadas".

Para isso, a City trabalha com o Governo e as empresas para achar "soluções" e "respostas proporcionais", de modo que a possível regulação que se introduza "não prejudique a competitividade".

Fraser afirma que o crescimento de economias como China e Índia significa que vão precisar de serviços financeiros, pelo que há, ali, "oportunidades de negócio a médio prazo para uma City competitiva". EFE jm/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG