Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Centrais vão para a porta do BC

A reunião do Comitê de Política Econômica (Copom) que hoje decide como vai ficar a taxa básica de juros (Selic) terá um ingrediente diferente. As centrais sindicais farão manifestações em frente aos escritórios do Banco Central (BC) em todo o Brasil (em nove capitais) pela redução de pelo menos dois pontos porcentuais e a queda do spread bancário, a diferença entre o juro do governo e o cobrado pelos bancos.

Agência Estado |

As entidades esperam mobilizar os profissionais de setores mais afetados pela crise econômica mundial, como os da indústria automobilística, da construção civil e os bancários.

As manifestações foram organizadas pela Força Sindical, Coordenação Nacional de Lutas (Conlutas), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST) e União Geral dos Trabalhadores (UGT). A Central Única dos Trabalhadores (CUT) optou por um ato isolado, mas, como todos escolherem os mesmos lugares para os protestos, deverá haver um encontro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG