Tamanho do texto

SÃO PAULO - A queda nas bolsas americanas e europeias pesou sobre o desempenho do mercado brasileiro no início da jornada brasileira. Uma reversão do rumo dos índices americanos, entretanto, faz com que a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reduza as perdas.

Com mínima de 67.899 pontos, o Ibovespa declinava, há pouco, 0,53%, aos 68.461 pontos, com giro financeiro de R$ 1,171 bilhão.

Em Wall Street, enquanto o índice Dow Jones subia 0,03%, o Nasdaq ganhava 0,09% e o S & P 500 cedia 0,06%. No mercado europeu, as bolsas permanecem no campo negativo.

No front externo, a indefinição sobre a ajuda financeira à Grécia por parte da União Europeia continua a trazer cautela.

Ontem, a chanceler alemã Angela Merkel disse que Atenas não necessita de auxílio financeiro e que os líderes do bloco europeu não devem debater o assunto no encontro que acontecerá em Bruxelas esta semana.

Nos Estados Unidos, o destaque vai para o movimento dos papéis do setor de saúde, tendo em vista a aprovação, ontem, do plano de reforma do sistema de saúde.

No Brasil, o foco está na Petrobras, depois de a empresa ter divulgado seus resultados na sexta-feira. A estatal obteve lucro líquido de R$ 8,129 bilhões no quarto trimestre de 2009, aumento de 31% sobre os R$ 6,189 bilhões registrados no mesmo trimestre de 2008. A receita líquida recuou 9%, para R$ 47,633 bilhões.

No acumulado de 2009, o lucro da estatal de petróleo caiu 12%, para R$ 28,982 bilhões. A receita líquida somou R$ 182,710 bilhões, com baixa de 15%.

Há instantes, as ações PN da Petrobras diminuíam 1,04%, a R$ 35,85, com giro de R$ 159,7 milhões.

Ainda entre as blue chips, tendo em vista a queda nos preços das commodities, os papéis PNA da Vale cediam 0,68%, a R$ 46,48, com volume de R$ 125,3 milhões.

Entre as maiores altas do Ibovespa, estavam os papéis ON da JBS, com valorização de 3,33%, a R$ 8,06; as ações ON do Banco do Brasil, com aumento de 0,88%, a R$ 29,76; e os papéis ON da TIM Participações, com avanço de 0,85%, a R$ 7,07.

No sentido contrário, destaque de baixa para as ações PNB da Eletrobras, com recuo de 2,50%, a R$ 32,32. Além disso, os papéis ON da mineradora MMX cediam 2,19%, a R$ 12,91, e os ON da Eletrobras caíam 2,11%, a R$ 26,33.

Também pertencente ao grupo EBX, os papéis da OffShore Services X (OSX), futuro estaleiro a ser instalado em Santa Catarina, começaram a ser negociados nesta segunda-feira, e apresentam recuo expressivo. Há instantes, os papéis ON despencavam 10,75%, a R$ 714.

No mercado de câmbio, o dólar ganhava força sobre as principais moedas, inclusive o real, e era negociado acima de R$ 1,81. A divisa americana subia 0,66% instantes atrás, a R$ 1,811 na venda.

(Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.