Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Celso Amorim e OMC pretendem relançar Doha em reunião do G20

Genebra, 4 nov (EFE).- O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, afirmaram hoje em Genebraque pretendem relançar as negociações ao mais alto nível e o mais rápido possível para tentar concluir a rodada de Doha, na reunião do G20, dia 15, em Washington.

EFE |

Os dois pretendem reiniciar o processo apesar das eleições nos Estados Unidos, hoje, e na Índia, dia 25 deste mês.

Por isso, Amorim e Lamy decidiram que uma boa plataforma para impulsionar a rodada seria a reunião que os países mais ricos do mundo junto às nações emergentes mais destacadas na cena internacional farão em Washington para tentar buscar uma solução conjunta à crise financeira internacional.

A proposta de Amorim e Lamy é de que esses países lancem uma reunião em Genebra nas primeiras semanas de dezembro na qual novamente se tente concluir um processo que não decola.

"Ainda temos uma oportunidade. Devemos dar um sinal positiva à economia", disse Amorim na saída da reunião.

Consultado sobre se não era melhor esperar que o novo Governo americano tome posse, Amorim explicou que era mais fácil concluir as negociações com a mesma equipe que as levou durante sete anos, do que mudar e, inevitavelmente, voltar a começar o processo.

No último encontro sobre o assunto, em julho, uma reunião ministerial em Genebra acabou, mais uma vez, em fracasso após 12 dias de conversas. EFE mh/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG