Bruxelas, 12 nov (EFE).- A Comissão Européia (CE, órgão executivo da União Européia) propôs hoje uma ampla reforma do setor das agências de qualificação de crédito, com uma série de medidas para garantir a independência destas empresas a respeito das entidades financeiras que avaliam.

Esta proposta da CE faz parte de uma série de medidas já apresentadas ou em preparação para reforçar os mercados financeiros, e cujo lançamento foi decidido já antes da intensificação da crise financeira, em setembro passado.

As novas normas buscam garantir "uma qualificação creditícia de elevada qualidade, que não seja prejudicada pelos conflitos de interesses", afirmou a Comissão Européia. EFE rcf/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.