Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CE aprova fusão das companhias aéreas Delta e Northwest

Bruxelas, 6 ago (EFE) - A Comissão Européia (CE) aprovou hoje a compra da companhia aérea americana Northwest Airlines pela Delta Airlines, também dos Estados Unidos, ao considerar que a operação não prejudicará a concorrência no mercado aéreo europeu.

EFE |

A companhia aérea resultante da fusão, que manterá o nome de Delta, será -segundo as empresas- a nova líder mundial do setor, com um valor em bolsa de US$ 17,7 bilhões, receita de US$ 35 bilhões e com uma oferta de 390 destinos.

Atualmente, a Delta oferece vôos internacionais a 119 cidades, incluindo 32 européias, enquanto a Northwest voa para 15 localidades da União Européia (UE).

A CE explicou em comunicado que suas atividades na Europa se unem no caso do transporte transatlântico de mercadorias e dos vôos regulares entre Estados Unidos e UE.

No primeiro caso, o braço executivo do bloco europeu considera que o impacto da fusão será limitado, dada a pouca presença de ambas as empresas neste mercado.

No segundo, a CE destaca que na hora de analisar a operação levou em conta que as duas companhias aéreas fazem parte da aliança SkyTeam -junto a outras empresas como Air France, KLM e Alitalia- e que já cooperam nas rotas transatlânticas.

O braço executivo da UE lembra que já considerou em outros casos que, devido à sua coordenação, os membros do SkyTeam não podem ser considerados concorrentes efetivos nos vôos entre Europa e EUA.

Por isso, centrou sua investigação em analisar o vínculo permanente entre Delta e Northwest que suporia a fusão, sem prejulgar a análise que atualmente está desenvolvendo sobre as atividades de Skyteam, explicou o Executivo da UE.

A CE considerou ainda que a fusão não traz problemas para a concorrência na UE, já que neste caso as companhias só coincidem em três rotas Amsterdã-Atlanta, Amsterdã-Nova York e Paris-Detroit; e, além disso, têm seus centros de operações em distintas cidades. EFE mvs/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG