No dia em que a fabricante de equipamentos pesados Caterpillar informou ter planos de demitir 20 mil funcionários mundialmente, a unidade brasileira anunciou novos períodos de férias coletivas e negociações para licença remunerada aos trabalhadores da unidade de Piracicaba, no interior paulista. Comunicado parecido fez a Volkswagen Caminhões, que vai conceder novas férias coletivas a 3,5 mil funcionários da planta de Resende, na Região sul do Estado do Rio de Janeiro." /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Caterpillar e Volkswagen Caminhões anunciam novo período de férias coletivas

SÃO PAULO - http://ultimosegundo.ig.com.br/economia/2009/01/26/empresas+no+mundo+anunciaram+79+mil+demissoes+hoje+3636998.html target=_topNo dia em que a fabricante de equipamentos pesados Caterpillar informou ter planos de demitir 20 mil funcionários mundialmente, a unidade brasileira anunciou novos períodos de férias coletivas e negociações para licença remunerada aos trabalhadores da unidade de Piracicaba, no interior paulista. Comunicado parecido fez a Volkswagen Caminhões, que vai conceder novas férias coletivas a 3,5 mil funcionários da planta de Resende, na Região sul do Estado do Rio de Janeiro.

Redação com agências |

A Caterpillar alega necessidade de ajustar seu ritmo de produção ao momento econômico mundial. A empresa já demitiu 380 funcionários em Piracicaba e concedeu férias coletivas a quase todos os 4,6 mil trabalhadores da unidade entre os dias 5 e 16 de janeiro deste ano.

Além de não descartar novos cortes, a empresa anunciou nesta segunda-feira novas férias coletivas, desta vez nos períodos entre 16 e 27 de fevereiro e de 16 a 25 de março. Também estão sendo negociados com o Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba períodos de licença remunerada com salário reduzido e programas de treinamento para os funcionários afastados.

Na Volkswagen, o novo período de férias coletivas vai de 23 de fevereiro a 5 de março ¿ o último foi entre 17 de dezembro a 12 de janeiro. A produção já havia sido paralisada temporariamente entre os dias 17 de dezembro a 12 de janeiro. De acordo com a montadora, sediada em Resende, na Região Sul do Estado do Rio, a medida foi tomada mais uma vez para ajustar a capacidade produtiva à queda de demanda, gerada pela crise financeira mundial.

A empresa informou que também vai conceder folgas, com compensação posterior, de 20 de fevereiro a 6 de março para funcionários ligados diretamente à produção de caminhões.

O diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense, Bartolomeu Citelli da Silva, conta que a Volkswagen Caminhões também negocia a suspensão do contrato de trabalho de cerca de 500 funcionários.

*Com Valor Online e Agência Estado

Leia também:

Leia mais sobre emprego

Leia tudo sobre: emprego

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG