O fabricante americano de máquinas para obras Caterpillar anunciou nesta sexta-feira a intenção de cortar mais de 2.000 empregos, além dos 20.000 anunciados há quatro dias.

"No total, 2.110 operários serão demitidos em três fábricas" de Illinois (norte dos EUA), o estado onde fica a sede do grupo, explicou Caterpillar em comunicado.

As demissões devem começar em abril.

"Além dos operários, 416 funcionários de Aurora, Decatur e East Peoria foram oficialmente demitidos hoje", acrescentou.

Essas últimas demissões integram o plano de corte de 20.000 vagas apresentado na segunda-feira.

"Devido à conjuntura, outras demissões e supressões de postos de trabalho podem ser necessárias ao longo do ano", ainda avisou Caterpillar.

O grupo justificou essa onda de demissões pela "queda da demanda" decorrente da crise que assola o setor da construção.

hh/yw/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.