Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Casa Branca discorda de organismo que garante depósitos bancários

A Casa Branca e o organismo federal americano que garante os depósitos bancários (FDIC) não conseguem entrar no acordo sobre a elaboração de um plano para reduzir o número de embargos de imóveis nos Estados Unidos, afirmou nesta terça-feira o Wall Street Journal (WSJ).

AFP |

"A Casa Branca e a FDIC estão em desacordo sobre questões básicas, tais como o montante e a extensão do plano", indicou o WSJ ao informar sobre declarações de vários funcionários do governo.

A imprensa americana mencionou semana passada a possibilidade de entre 40 bilhões e 50 bilhões de dólares serem reservados para ajudar três milhões de proprietários.

As primeiras medidas decididas no marco do plano de resgate financeiro de 700 bilhões de dólares foram destinadas principalmente à recuperação dos bancos, mas a presidente do FDIC, Sheila Bair, havia proposto em uma audiência do Congresso que o plano "seja empregado também pelos bancos credores para modificar as condições de seus créditos aos compradores de imóveis, quando estes são não capazes de pagar sua dívida".

"A possibilidade de o novo presidente poder reconfigurar de imediato a estrutura e a envergadura do plano mudaram as coisas", destacou o Wall Street Journal.

maj/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG