O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, está muito preocupado com a alta dos preços no país, mas confiante de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) pode lidar com a situação.

O índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 1,1% em junho ante maio, informou o Departamento de Comércio dos EUA hoje. Analistas esperavam que o índice avançasse 0,7%. Em comparação a junho de 2007, o CPI subiu 5%, a maior alta desde maio de 1991.

"O presidente está muito preocupado com o impacto dos preços elevados nos americanos, especialmente aqueles de menor renda", disse a porta-voz da Casa Branca Dana Perino. "O que o presidente reitera é o que ele afirmou ontem, que a saúde da economia depende de a inflação continuar baixa e o Federal Reserve, como disse ontem o presidente (Ben) Bernanke em seu discurso, está monitorando de perto a inflação. Temos confiança no compromisso de Bernanke com o crescimento econômico e a manutenção da inflação sob controle".

Etanol

O presidente do Fed, Ben Bernanke, disse hoje que apóia o livre comércio e que um corte da tarifa de importação imposta pelos Estados Unidos ao etanol brasileiro "seria um bom passo a ser tomado". A declaração foi feita durante depoimento no Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos. As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.