Tamanho do texto

A Casa Branca indicou que é preciso mais para salvar as montadoras americanas em apuros, como a General Motors e a Chrysler, depois que estas apresentaram seus respectivos planos de reestruturação para evitar a falência, nesta terça-feira.

"Está claro que, para avançar, é preciso mais de todas as partes envolvidas: credores, fornecedores, os próprios funcionários e executivos, para garantir a chance de que estas companhias sigam adiante", disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em um comunicado.

oh/ap