Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Trabalho em excesso pode comprometer saúde

Estudo diz que hora extra aumenta em 60% risco de doenças cardíacas

Maria Carolina Nomura, iG São Paulo |

HORA EXTRA
¿ Trabalhar até mais tarde faz bem para a carreira?
¿ Trabalho em excesso pode comprometer saúde 

Se para a carreira, as horas extras podem passar a imagem de profissional comprometido, o mesmo não acontece com a saúde. Segundo um estudo publicado neste mês pelo European Heart Journal , trabalhar muito pode aumentar em 60% os riscos de doenças cardíacas.

Segundo o levantamento, 369 dos 6 mil profissionais públicos britânicos pesquisados, sofreram doenças cardíacas fatais. Em vários casos, os médicos constataram um forte vínculo com o excesso de trabalho. Dessa forma, os profissionais teriam menos tempo para exercícios e relaxamento, além de estresse, ansiedade e depressão.

Operários - Outro estudo feito pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em 2006, constatou que 67,3% dos trabalhadores dos setores Metalúrgico, Químico, Vestuário, Transporte e Comércio associam o ritmo de trabalho com problemas físicos ou mentais. E 24,5% deles, ao excesso de horas extras.

Os metalúrgicos despontam entre os primeiros no ranking das horas extras. Do total de empregados no setor, 86,4% afirmam estender a jornada de trabalho para complementar a renda e demonstrar comprometimento com a empresa. 

Entre os principais problemas de saúde relatados pelos operários estavam dores musculares, e sofrimento mental, como estresse, distúrbios de sono e depressão.

Leia também:
- Trabalhar até mais tarde faz bem para a carreira?

Leia mais sobre empregos

 

Siga o iG Empregos no Twitter

 

Receba as atualizações do iG Empregos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG