Consultora de RH aponta as situações em que ela é aconselhável.

Se o anúncio de emprego não exigir foto no currículo, evite colocá-la. Diferentemente do que muita gente imagina, mostrar que possui boa aparência não vai fazer diferença alguma no processo de seleção, segundo Patrícia Leutério, consultora de RH da Catho Online. O currículo deve destacar apenas as qualificações do candidato.

Ela explica que no passado era até mais comum anexar uma foto 3X4 ao currículo. No entanto, há alguns anos essa prática entrou em desuso. Exceto quando for pré-requisito ao cargo para o qual o profissional está se candidatando.  É o caso de recepcionistas, promotores de vendas e eventos, diz.

Nestes exemplos, Patrícia recomenda que a foto seja sóbria e tradicional, em formato 3x4. O que não impede até ensaiar um leve sorriso. O candidato pode passar uma imagem simpática em vez daquela fisionomia de cara amarrada, aconselha. O que não dá é para cometer exageros.

Ou seja, nada de enviar fotos ao lado de amigos ou da família. O ideal, observa, é que apareça apenas a cabeça e os ombros do candidato. E de preferência, tirada com fundo branco.

Decote ousado ou foto de biquíni, nem pensar. Pode soar estranho, mas a consultora da Catho Online afirma que a situação é bem mais comum do que se imagina. O problema é que muita gente pensa que com isso pode chamar a atenção do recrutador, enquanto na verdade acabará causando uma má impressão, atenta.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.