Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Petrobras afirma que contratações vão prosseguir

Segundo RH, empresa mantém o planejamento de concursos para 2009

Rachel Sciré |

Apesar da crise no mercado de crédito e do empréstimo de R$ 2,02 bilhões obtido junto à Caixa Econômica Federal, em outubro, para aumentar o capital de giro, a Petrobras mantém o planejamento das contratações. De acordo com o gestor do efetivo de Recursos Humanos, Lairton Corrêa de Souza, as estratégias da companhia diante da crise e a revisão dos planos de negócios ainda não afetaram o RH.

Até 2012, a companhia tem a expectativa de admitir cerca de 10 mil pessoas ¿ número que pode ser revisto, porque não reflete as demandas ligadas à exploração do petróleo no pré-sal. Para 2009, novos concursos continuam previstos, tanto na área de exploração e produção, quanto para o trabalho com o abastecimento, nas refinarias.

Em 2008, 2 mil postos foram ocupados na Petrobras. O setor do petróleo, como um todo, apresenta crescimento no número de contratações. De acordo com headhunters, as contratações ainda são poucas para suprir a carência por profissionais qualificados neste mercado.

No caso da Petrobras, no entanto, a dificuldade de captação de mão-de-obra não é tanta. Isso porque, explica Souza, a companhia realiza concursos nos quais exige apenas formação escolar adequada. Depois da seleção, os profissionais são capacitados internamente.

Em geral, as maiores demandas da companhia são para engenheiros, geólogos e geofísicos (no nível superior) e técnicos de várias formações, como manutenção, mecânica ou elétrica. Para os cargos de nível médio, a remuneração mínima inicial é de cerca de R$ 2 mil. Para nível superior, os salários são superiores a R$ 4,5 mil.

Veja também:

Crise ainda não afeta contratações no setor de petróleo

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG