Tamanho do texto

Só do Japão voltaram 80 mil brasileiros entre 2008 e 2010

São Paulo ¿ O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) lançou o Edital para Chamada Pública com o objetivo de criar o Núcleo de Informação e Apoio a Brasileiros Retornados do Exterior, que ficará aberto até o dia 15.

Nessa primeira iniciativa de amparar brasileiros que moravam fora do País, o MTE priorizará os que retornam do Japão, porque, segundo dados do governo japonês, entre outubro de 2008 e março de 2010, cerca de 80 mil trabalhadores brasileiros retornaram do Japão.

De volta - Nos últimos 20 anos muitos brasileiros migraram para o Japão. Porém, com a crise econômica mundial, muitos deles estão de volta ao País. O MTE enfatiza, porém, que brasileiros que voltam de outros países também serão atendidos.

O objetivo do Núcleo de Informação é auxiliar brasileiros que trabalhavam no exterior e que têm dificuldades específicas no processo de reintegração e de recolocação no mercado de trabalho nacional.

Assim, os retornantes terão acesso a informações sobre exercícios de direitos da cidadania brasileira, orientações profissionais para a reinserção ao mercado,  captação de oportunidades de emprego e vagas em cursos de qualificação, manutenção de banco de dados específico sobre o perfil dos brasileiros retornados atendidos, entre outras ações.

Quem são ¿ O governo, com essa iniciativa, pretende identificar quem são essas pessoas que estão voltando ao País: suas habilidades profissionais, perfil e formação. Esse núcleo estabelecerá uma ponte com o Sistema Nacional de Emprego (Sine), para que haja o encaminhamento direto a essas entidades. Ao conhecer o perfil desses trabalhadores, ficará mais fácil encaminhá-los para uma atividade que os absorva melhor.

O Núcleo de Informação e Apoio a Brasileiros Retornados do Exterior será estabelecido na cidade de São Paulo, prioritariamente no bairro da Liberdade, conhecido como tradicional bairro da comunidade nipo-brasileira.

Leia mais sobre empregos

Siga o iG Empregos no Twitter

Receba as atualizações do iG Empregos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.