Tamanho do texto

Áreas como energia e serviços elevam a média de remuneração

São Paulo ¿ Com a economia aquecida, muitos profissionais sentem-se encorajados a buscar uma melhor remuneração. A dúvida é: ir para o mercado ou tentar um aumento no emprego atual? Qual é o melhor caminho?

Na opinião da consultora de carreira Sueli Martines, da Thomas Case & Associados, o profissional que procura uma melhor remuneração dentro da sua atual empresa deve primeiro ter consciência de sua real importância na estrutura corporativa e analisar todas as possibilidades de crescimento.

Fatores ¿ A especialista enumera alguns fatores importantes a serem analisados nesse processo:

1) Verifique se existem perspectivas de evolução profissional ¿ Se existirem condições favoráveis, como treinamentos ou cursos no exterior, por exemplo, é mais aconselhável batalhar por melhorias e oportunidades na própria empresa, inclusive um salário melhor. Do contrário, o profissional deve ir para o mercado

2) Converse abertamente ¿ Se você tiver um bom relacionamento com a chefia imediata e estiver insatisfeito com a sua remuneração, procure conversar abertamente sobre a possibilidade de melhoria salarial, mostrando sempre o que tem agregado para a empresa: negócios que alavancou, economias geradas e outros ganhos. Assim, você demonstra que é uma pessoa focada nos negócios da companhia, em resultados, o que justificará uma participação financeira melhor

3) Seja discreto ¿ Se você decidiu procurar emprego trabalhando, o ideal é contratar uma consultoria de recolocação para servir como um apoio nessa procura. O consultor ajuda o profissional a olhar o mercado e também a analisar seu nível de empregabilidade, com o máximo de sigilo

4) Salário não é tudo ¿ A maioria dos profissionais procura o serviço de recolocação ou transição de carreira com interesse em melhorar o salário, mas esse não é o fator primordial que os motivam a mudar de emprego. As pessoas buscam um ambiente de trabalho mais saudável, relacionamento melhor com a chefia e qualidade de vida. O salário vem logo depois

Segundo dados da Thomas Case, os setores de energia, gás e petróleo e alguns segmentos de serviços são exemplos de áreas que estão elevando a média salarial de seus profissionais.

Leia mais sobre empregos

Siga o iG Empregos no Twitter

Receba as atualizações do iG Empregos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.