Tamanho do texto

Taxa média cresceu de 5,76% em setembro para 6,04% este mês, segundo pesquisa da Fundação Procon-SP

São Paulo - A Fundação Procon de São Paulo divulgou, segunda-feira (13), que o juro médio do empréstimo pessoal subiu de 5,76% em setembro para 6,04% em outubro. É a maior taxa média desde junho de 2003 (6,22%). Já no cheque especial houve uma ligeira queda. Após seis meses consecutivos de variações positivas, a taxa média dos bancos pesquisados foi de 8,96%, ante 9,02% em setembro.

As taxas variam bastante de banco para banco. Se tomar crédito for algo inevitável, deve-se ter atenção às variações de cobrança. De acordo com o Procon, a menor delas, para cheque especial, está na Caixa Econômica Federal (7,98% ao mês), enquanto a maior é encontrada no Safra (11,79%).

Em relação a empréstimo pessoal, a Caixa Econômica também possui a menor taxa. São cobrados 4,49% de juros ao mês, contra 7,95% do ABN Amro Real. As informações fazem parte de um levantamento da Fundação Procon, realizado dia 3 de outubro com os dez maiores bancos do País.

Além da Caixa, do Safra e do ABN, os outros bancos pesquisados foram Itaú, Banco do Brasil, Bradesco, HSBC,  Nossa Caixa, Santander e Unibanco. Mais informações no site http://www.procon.sp.gov.br .