Tamanho do texto

Áreas comuns do edifício não podem ser usadas para reuniões

São Paulo ¿ Empresa especializada em administração de condomínios em São Paulo, a Lello alerta os síndicos quanto à necessidade de orientar os moradores que trabalham em seus apartamentos para não causar nenhum desconforto aos demais moradores, como barulho ou entra-e-sai de pessoas no prédio.

É preciso observar o que estipula o regimento interno do condomínio em relação às atividades comerciais.

Pode - Em geral, é permitido trabalhar com o computador e o telefone, em atividades que não exijam relacionamento direto com outras pessoas, como traduções, revisões de texto e montagem de planilhas.

Não pode ¿ As atividades proibidas no prédio, normalmente, são:
- O uso de áreas comuns , como hall de entrada ou salão de festas, para reuniões de trabalho (a não ser que o condomínio disponha de espaço destinado a essa finalidade)
- Atividades que gerem consumo de gás ou de água , se a cobrança desses itens for coletiva. Nos edifícios, de acordo com a Lello, a cobrança pelo uso desses bens é dimensionada para ser doméstica. Portanto, se um morador realizar uma atividade comercial em seu próprio benefício estará onerando os demais moradores
- Atividades comerciais que gerem excesso de barulho ou presença de prestadores de serviço em horários inadequados
- Qualquer tipo de publicidade do endereço do condomínio como ponto comercial

Leia mais sobre empregos

Siga o iG Empregos no Twitter

Receba as atualizações do iG Empregos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.