Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Futuros mestres e doutores têm novas opções de cursos

Número de programas certificados pela Capes cresce 9% ano passado em relação a 2004

Isis Coelho |

O mercado de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) no Brasil vive um de seus melhores momentos. De acordo com recente avaliação feita no país, divulgada em outubro de 2007 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o número de programas certificados pela instituição cresceu 9% em relação a 2004.

No quesito qualidade, os dados apresentados também são promissores: 70% dos 2.256 cursos avaliados obtiveram conceitos de bom a excelente. Segundo a professora doutora Aline Maria da Silva, assessora da pró-reitoria de pós-graduação da Universidade de São Paulo (USP), uma pós stricto sensu oferece base sólida ao estudante, habilitando-o a realizar pesquisas e encontrar soluções para problemas de seu dia-a-dia. A pessoa fica mais reflexiva a respeito de seu trabalho e madura na busca por conhecimento, observa.

Ainda de acordo com o estudo, a procura por esse tipo de especialização aumentou 6% de 2006 a 2007. E entre os programas de maior interesse nas grandes áreas de atuação no ano passado foram: educação, direito, engenharia elétrica, letras, agronomia, química, odontologia, sociais e humanidades e ecologia. O Sudeste continua sendo o principal pólo de educação superior do Brasil, oferecendo mais de 1,2 mil programas stricto sensu, seguido pela região Sul, com 488, e Nordeste, 412.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG