Treinamento para saber comandar envolve o autoconhecimento, garantem especialistas

Uma posição de liderança garante visibilidade e ganhos adicionais na trajetória de um profissional, mas, principalmente, significa ter responsabilidade diante da vida de outros funcionários e do desempenho da empresa. Será que é possível aprender a liderar? Ou isso é uma condição inata de determinados profissionais?

Algumas pessoas possuem características que facilitam em uma situação específica de liderança, mas ninguém nasce líder explica Fátima Motta, responsável pelo Programa de Desenvolvimento de Liderança da F&M Consultores, da qual é sócia-diretora. Segundo ela, a busca pela aprendizagem da capacidade de comandar acontece principalmente entre pessoas que migram de uma área técnica para um cargo gerencial.

O psiquiatra Paulo Gaudencio, autor do livro Superdicas para se Tornar um Verdadeiro Líder (Editora Sarava), tem a mesma opinião. "prender a liderar é uma habilidade que pode ser desenvolvida com autoconhecimento. De acordo com os especialistas, alguns aspectos necessários no comportamento de um líder são:

¿ Saber se relacionar com pessoas.
¿ Ter capacidade de influenciar.
¿ Mostrar flexibilidade para entender posições diferentes das suas.
¿ Conseguir demonstrar quais são suas expectativas.
¿ Ter uma visão geral das equipes, da empresa e do mercado em que atua.
¿ Ser íntegro na maneira de pensar e agir.

Há muitos cursos destinados a ensinar a arte da liderança. Para Gaudencio, o fundamental é que o indivíduo seja estimulado em relação a uma série de questões que ele precisa desenvolver. Fuja de um curso que promete te transformar em um líder, aconselha o psiquiatra O treinamento deve oferecer apenas as ferramentas básicas.

A liderança é um processo, não é algo adquirido com um simples curso, concorda Fátima. Para ela, os treinamentos devem promover a conscientização dos alunos a respeito da importância de suas atuações. A compreensão do que representa ser um líder, de fato, virá a partir das vivências, diz a consultora.

Para isso, o futuro líder precisará manifestar o conhecimento teórico no dia-a-dia, a fim de colocar em prática aquilo que aprendeu, aconselham os especialistas. Quem quer ser líder precisa ter coragem para testar resultados e buscar mudanças, diz o psiquiatra.

 Exercer a liderança é um trabalho contínuo, porque irá mudar cada vez que uma pessoa nova integrar a equipe ou o posicionamento da empresa for adaptado, exemplifica Fátima, que destaca a importância do feedback para o sucesso de qualquer líder. Um treinamento eficiente para líderes deve ser fundamentado na proposta de continuidade diária dos conceitos apresentados em sala de aula, recomendam os especialistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.