Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Dicas de como liderar equipes em meio à crise

Especialistas ensinam como chefes podem obter maior comprometimento de equipes diante de turbulências

Rachel Sciré |

Com a crise dos mercados globais influenciando o rumo das organizações, os líderes precisam redobrar a atenção de suas equipes, sugerem especialistas. Se um condutor ficar preso em meio à tempestade não conseguirá chegar ao seu destino, exemplifica Fátima Motta, professora da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Para Cida Bucater, consultora do Instituto de Organização Racional do Trabalho (Idort/SP), um dos principais desafios dos gestores nesse momento é ganhar a confiança do grupo. 

Confira a seguir, algumas ações sugeridas pelas especialistas para lidar com os funcionários em tempos de turbulência.

Revisão de objetivos

Em momentos de crise, a primeira coisa a ser feita é relembrar ou readequar os objetivos da empresa. Quando as pessoas perdem o foco, a realidade deve ser revista, ensina a professora da ESPM.

O papel do líder é direcionar a equipe para encontrar os caminhos mais adequados ao momento e, como diz Cida, do Idort, desenvolver as potencialidades do grupo.

Comunique-se

Os líderes precisam deixar claro aos funcionários qual a situação da empresa. Apenas assim, os funcionários conseguirão se posicionar para responder aos problemas de acordo com a demanda, diz Cida. Além disso, transmitir informações colabora para acalmar as tensões."
 
Tenha fatos reais como base, sugere Fátima. Evite manter um clima de nervosismo sem fundamento. Isso é perigoso porque abala a confiança da equipe em relação ao chefe.

Num momento de crise, o líder precisa se aproximar dos funcionários e se mostrar mais acessível do que normalmente, dizem as especialistas. Sem confiança as pessoas não se comprometem, argumenta Cida.

Seja ágil ao tomar decisões

Não se pode desperdiçar tempo, recursos ou processos durante uma crise. A professora da ESPM explica que as lideranças demoram demais para se movimentar diante das adversidades, por insegurança, falta de rumo, expectativa de melhora, ou outros motivos.

Tome decisões rápidas em relação ao que deve ser feito. O líder deve-se lembrar que a equipe depende dele para se engajar em busca dos resultados necessários.

Integre a equipe

Faça com que cada profissional se sinta importante para a empresa alcançar seu objetivo. Neste momento de incerteza, esta percepção promove a autoestima e proporciona maior segurança, pondera Cida.
 
O momento exige a colaboração de todos e o líder precisa investir na integração da equipe. A competição e o medo não traduzem em resultados efetivos, fala Fátima.

Busque novas soluções

Não enxergue a crise como um caminho sem saída, lembre-se de se questionar quanto às novas oportunidades que a situação cria, sugere Fátima.

As especialistas também lembram que há várias possibilidades antes de se optar por uma demissão, como a redução da jornada de trabalho. Os líderes devem exercitar a flexibilidade e a busca por novas soluções.  

Leia mais:

A importância do diálogo com a equipe em momentos de crise

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG