As vagas são para pesquisador e assistente de pesquisa

O Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE), em Campinas (SP), abriu seleção para a contratação de um pesquisador e um assistente de pesquisa.

O CTBE é administrado pela Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron (ABTLuS). Organização responsável pela gestão do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), a ABTLuS administra também o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) e o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS).

O profissional selecionado para a vaga de pesquisador desenvolverá atividades de pesquisa em biologia de plantas nas seguintes áreas: metabolismo, fisiologia vegetal com enfoque em fisiologia molecular e biologia de sistemas.

Os candidatos à vaga de pesquisador deverão possuir graduação em ciências biológicas ou agronomia e doutorado em biologia funcional e molecular ou genética molecular de plantas. O conhecimento em cultivo e transformação de células em suspensão é desejável e é imprescindível o conhecimento em estatística aplicada à bioinformática.

Experiência no exterior

É exigida também experiência anterior nas seguintes atividades: análise de perfis metabólicos obtidos por espectrometria de massas; interações entre transcriptômica e metabolômica; técnicas de biologia molecular comoreal time PCR; clonagem; T-DNA screening; extração de DNA e RNA; síntese de cDNA e western blotting.

Experiência no exterior também é exigida, assim como inglês fluente e conhecimentos em bioinformática. É desejável ainda experiência em trocas gasosas (Li-COR) e fluorometria.

O assistente de pesquisa que for escolhido durante o processo seletivo deverá desenvolver atividades de clonagem gênica, análises transcriptômicas e proteômicas, bioinformática e microscopia.

Os candidatos à vaga de assistente de pesquisa devem ter graduação em agronomia, biologia, farmácia ou química e doutorado em genética, bioquímica, biologia molecular, biologia estrutural ou áreas correlatas.

Para a vaga, é imprescindível ter experiência em técnicas de clonagem, microscopia, genômica, proteômica e bioinformática, além de conhecimentos específicos em biologia molecular, bioinformática, microscopia e proteômica. Inglês em nível intermediário é exigido.

Para ambas as vagas, os currículos, em formato PDF, devem ser enviados pela internet, incluindo a pretensão salarial ou o valor do último salário.

Mais informações pelos e-mails pesquisador4510@bioetanol.org.br e ass.pesquisa4410@bioetanol.org.br.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.