Segundo estudo da Accenture, 57% dos estudantes que se formarão em 2008 temem redução de vagas

São Paulo - Os jovens brasileiros estão de olho na crise. Um estudo divulgado pela Accenture, empresa tecnologia, consultoria e outsourcing, revela que 57% dos estudantes que se formarão no final de 2008 temem que a economia enfraquecida diminua as vagas de emprego para recém-formados. No entanto, 71% acreditam que conseguirão um emprego em até três meses após obterem a graduação.

A pesquisa, que teve o objetivo de avaliar as perspectivas e ambições dos estudantes em relação ao mercado de trabalho, aponta que dois em cada três jovens estão à procura de uma colocação, enquanto 39% dos entrevistados já atuam no mercado.

O salário é a característica mais importante a ser considerada na busca por empregos para 93% dos entrevistados. Em segundo lugar, com 73% das respostas, aparece o desejo de encontrar um trabalho interessante e desafiador, enquanto 65% dos entrevistados avaliam a existência de outros benefícios, como assistência médica ou oportunidade de trabalho no exterior.

O estudo global ouviu estudantes dos Estados Unidos, França, Alemanha, Brasil, Rússia, Índia e China, com que se graduam em 2008. Ao todo, foram realizadas 2.464 entrevistas, das quais 116 com jovens brasileiros. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.