Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Como diminuir seu risco de desemprego com a crise

Empresas priorizam profissionais com capacidade de lidar com problemas inesperados e administrar riscos com cautela, apontam especialistas

Andrea Giardino |

Habilidade em gerenciar riscos e custos, entender e antever cenários, pensar no longo prazo e não apenas no imediato. Profissionais com essas características têm menos chance de perder o emprego durante a crise, segundo os especialistas.

Cada vez mais as empresas vão valorizar aqueles que sabem gerar resultados em ambientes complexos e em transformações contínuas, afirma Anderson Sant´Anna, professor e coordenador do núcleo de liderança da Fundação Dom Cabral, de Minas Gerais.

Para ele, é fundamental que os profissionais tenham capacidade de lidar com situações ambíguas e contraditórias. Um exemplo disso é o momento atual que exige pensar no aqui e agora e, ao mesmo tempo, tomar ações que continuem levando a empresa a se perpetuar de forma saudável, explica.  

Na sua opinião, o profissional que passará imune à crise tem um perfil diferente daquele que muitas companhias, sobretudo instituições financeiras, buscaram nos últimos dois anos. Não terão espaço aqueles que vão atrás da especulação para obter bônus mais polpudos, avalia.

Mudança que, de acordo com o professor, deve começar dentro de casa, com as organizações não estimulando mais a busca de metas inalcançáveis.

Ter uma visão do todo é outra competência desse profissional, segundo José Carlos Teixeira Moreira, presidente da Escola de Marketing Industrial, em São Paulo, que atua na área de ensino executivo.

Segundo ele, novas competências serão exigidas dos profissionais para que eles consigam lidar com problemas inéditos, e encontrar soluções diferenciadas. Daqui em diante, veremos as diferenças como fator de sucesso, ajudando a construir um coletivo mais forte, acredita.

Para Moreira, o desafio agora é pensar no futuro e aprender a controlar o inesperado e gerenciar um ambiente de incertezas. Por isso, acredito que as organizações passarão a olhar com atenção seus talentos mais experientes, que conseguem encontrar um caminho em meio a todo seu conhecimento de anos e anos, afirma. São profissionais que reconhecem o quanto é impossível controlar o inesperado, mas sabem tomar partido disso.

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG