Deixar tudo organizado e estar disponível para tirar dúvidas é boa política

Após um longo processo seletivo, aquela tão sonhada proposta de trabalho chega, mas bem no momento em que se está empregado. Apesar de não ser considerado grave um funcionário se desligar da companhia por ter recebido outra proposta, nada melhor do que ser transparente na hora de comunicar a saída da empresa.

É preciso ficar atento para não decepcionar no final e prejudicar a relação com a companhia
Divulgação
É preciso ficar atento para não decepcionar no final e prejudicar a relação com a companhia
Segundo Solange Fiori, diretora da Foco Velox, a mudança de emprego é cada vez mais vista como algo normal, sendo encarada com flexibilidade. “A melhor maneira é sempre usar da transparência e respeito, explicando os motivos da mudança de forma clara e verdadeira. Assim, o profissional poderá ter sempre as portas abertas na empresa”, ensina.

Sucessor

Foi a opção da executiva Carla Rodrigues Pereira, de 30 anos. Após três anos ocupando um cargo de gerência em uma grande companhia, ela recebeu um convite para ser gerente-geral em outra empresa. “Aceitei porque a proposta de crescimento era muito interessante. Mas, antes de me desligar, conversei com o meu diretor de uma maneira muito aberta e tive duas semanas para preparar um sucessor”, lembra.

Em cargos de comando, passar o bastão, no entanto, é fundamental. “É muito desagradável quando o profissional não conclui as tarefas e deixa qualquer tipo de pendência, pois acaba criando desgaste na empresa e impactando a sua imagem profissional”, avisa Solange.

A consultora complementa dizendo que o problema é que a tendência do funcionário que está se desligando da empresa é diminuir o ritmo e comprometimento. “É preciso ficar atento a isso para não decepcionar no final e prejudicar a relação com a companhia”, diz. “No caso de uma saída imediata, é importante deixar os contatos para esclarecimentos de dúvidas e preparar um manual de procedimentos, deixando tudo o mais organizado possível.”

Carla afirma que além de deixar uma boa imagem na empresa anterior, é importante também manter contato com ex-colegas. “É assim que se faz e se alimenta o networking. Você nunca sabe onde estará a sua próxima oportunidade de trabalho. Talvez, até na empresa anterior”, conclui.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.