Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Canadá caça talentos no Brasil

Governo de Quebec busca profissionais para atuar nas áreas de informática, matemática, economia, engenharia e TI

Andrea Giardino |

O Brasil está entrando na rota das economias do primeiro mundo que buscam profissionais estrangeiros como alternativa a escassez de mão-de-obra qualificada. É o caso do Canadá que duas vezes por ano envia agentes de imigração da província de Quebec com o objetivo de atrair talentos locais.

Os brasileiros possuem uma boa formação acadêmica, por isso os queremos conosco, afirma Soraia Tandel, agente de imigração do governo da província de Quebec, que envolve as cidades de Montreal e Quebec.  Tanto que há três anos, ela realiza palestras em quase todo o país, divulgando o programa de imigração de Quebec.

Atualmente, existem cerca de 2,5 mil brasileiros morando legalmente no Canadá, principalmente em Montreal. Mas nossa meta é triplicar esse número", diz ela. Além do diploma de graduação, exige-se que o candidato possua experiência de, pelo menos,  seis meses na sua atividade, tenha até 35 anos e nível intermediário de francês.

Há oportunidades de trabalho em diversas áreas, sobretudo em informática, nutrição, matemática, economia, engenharia e tecnologia da informação (TI). No então, não há um número de vagas definidas. As inscrições são feita no site  www.imigracao-quebec.ca, onde há um formulário de avaliação preliminar de imigração. E a seleção é feita pelo serviço de imigração do Quebec. 

Candidatos com filhos também têm mais chances de ser aprovados no processo de seleção. De acordo com Soraia, esta é uma forma de minimizar os problemas da baixa taxa de natalidade e envelhecimento da população. Os escolhidos recebem do governo ajuda para encontrar colocação no mercado, obter em um ano o visto de residente permanente, além de subsidiar aulas de francês.

Àqueles que fixarem residência por mais de três anos será dado o direito de solicitar cidadania e passaporte canadense, e participar da vida política do país", explica Soraia. Outras vantagens oferecidas são assistência médica e escolas públicas gratuitas. De acordo com dados do governo local, até 2009 serão criadas 251 mil vagas de empregos na província de Quebec - que correspondem a um crescimento de 1,3% ao ano. 

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG