Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Aprenda a escrever o e-mail de despedida

O funcionário que sai deve manter a formalidade na hora de passar sua mensagem final, recomendam os consultores

Rachel Sciré |

A demissão é uma situação bastante delicada, que afeta o lado emocional das pessoas envolvidas ¿ e uma das grandes dúvidas dos profissionais nessas condições é como comunicar a saída para colegas e parceiros. O e-mail de despedida é uma maneira simpática de contar o que aconteceu e se colocar à disposição das pessoas, diz Vladimir Araújo, diretor de projetos da divisão de outplacement coletivo da consultoria de recursos humanos Ricardo Xavier.

Para a psicóloga organizacional e consultora empresarial Rosana Bueno, o ideal é se despedir do modo mais formal possível". "Não se esqueça que se trata de contexto corporativo, aconselha ela. Para não fazer feio na hora de escrever sua mensagem de despedida, confira algumas dicas dos especialistas.

Não use o e-mail como vingança
A dissolução de uma relação de emprego tem que ser feita da maneira mais harmoniosa possível. Nesse primeiro momento, em que está com a cabeça quente, pode-se escrever e falar algo que traga prejuízo futuro, alerta Araújo. Por isso, deixe a emoção passar e só então redija algo.

Seja formal
A regra básica de uma despedida com seus colegas ou clientes é a formalidade, diz Rosana. Não dê detalhes dos motivos de sua saída, nem se lamente. Apenas comunique que está deixando a empresa, se vai para outro emprego, ou está em busca de novas oportunidades e apresente seus contatos pessoais. Para os amigos mais próximos, você poderá explicar pessoalmente o que aconteceu.

Escolha os destinatários
Dependendo do seu cargo, não é necessário espalhar a notícia de sua saída para a empresa inteira. Antes de comunicar, pergunte ao seu superior se pode informar aos demais, diz Araújo. Às vezes, o próprio gerente se incumbe de anunciar a saída do funcionário. Procure não espalhar pânico. A divulgação de uma demissão pode repercutir de forma negativa tanto para a empresa, quanto para sua carreira profissional, conta Rosana.

Com clientes e parceiros
Verifique com seu chefe qual a melhor maneira de fazer a transição com os clientes e parceiros. Aqui também vale a formalidade e a discrição Não fale mal da empresa, nem da situação particular da sua demissão, diz a psicóloga. Contar que houve um corte pode preocupar os parceiros.

Leia mais
Hora da despedida exige calma e discrição

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG