Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

África do Sul e Canadá são alternativa para quem procura cursos lá fora

Custo de vida e poucas diferenças cambiais levam brasileiros a buscar esses destinos na hora de fazer programas de curta duração

Isis Coelho |

O mercado de turismo educacional no País está em ascensão e o brasileiro já vinha se planejando melhor para aproveitar essas oportunidades. É o que afirma Maura Leão, diretora de operações da Brazilian Educational & Language Travel Association (Beta) e da Yágizi Travel. Na sua opinião, apesar dos brasileiros estarem esperando a estabilização da moeda americana para fechar negócio, existem boas alternativas para aqueles que querem realizar um curso no exterior.

Entre as agências consultadas pela reportagem do iG Empregos, as cidades da África do Sul e do Canadá são os destinos mais citados como opções de melhor custo-benefício. Em breve, a África do Sul estará na lista dos destinos preferidos de estudantes que buscam cursos de curta duração fora, afirma José Anastácio Campos de Abreu, sócio-diretor da ICCE, agência especializada em intercâmbio cultural, com filiais em cinco Estados do País.

Apesar dos programas serem cotados em dólar, os interessados devem lembrar que terão gastos na moeda do país de destino. Cidade do Cabo, uma das principais economias da África, apresenta custo de vida muito parecido com o nosso do Brasil, afirma Maura. A unidade da moeda local, o Rand Sul Africano, equivale a, cerca de R$0,25.

Embora o inglês seja o idioma mais falado, o País possui 11 idiomas oficiais e o clima é bem parecido com o brasileiro: verão quente e inverno ameno. Além disso, a África do Sul possui boas opções de cursos ¿ como o high school (equivalente ao ensino médio brasileiro) ou programas de línguas ¿, a preços mais acessíveis.

A ICEE oferece pacotes para a Cidade do Cabo com um mês de curso de inglês e acomodação por US$1,5 mil. Mais informações sobre o país podem ser obtidas no site da embaixada no Brasil http://www.africadosul.org.br/ .

Já o Canadá continua sendo uma boa opção para quem deseja visitar o hemisfério norte, além de ter experiências culturais interessantes. Segundo estimativas do Centro de Educação Canadense (CEC), quase 15 mil brasileiros obtiveram visto de estudante em 2007. O custo-benefício do Canadá é ótimo para os que não querem gastar muito e procuram ensino de qualidade, afirma Carolina Cardoso, coordenadora de Marketing e Eventos da CEC. A organização dá aconselhamento gratuito para os interessados que devem acessar o site http://www.studycanada.ca/brazil/index.htm .

A Yágizi Travel oferece programas de idiomas com quatro semanas de duração, acomodação e meia pensão (café da manhã e jantar) por US$ 2,2 mil.

Pesquisa realizada em 2005 pela Beta aponta que aproximadamente 54,6 mil brasileiros entre 18 e 30 anos optaram por realizar algum tipo de intercâmbio. Número que subiu para 71 mil em 2006 e chegou a quase 90 mil em 2007.  Um aumento de quase 100% em dois anos.

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos cursos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG