Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

Acerte na dinâmica

Veja como se comportar na entrevista em grupo, a etapa mais temida do processo seletivo

Rachel Sciré |

A dinâmica de grupo é uma das etapas mais temidas dos processos seletivos, já que todas as atitudes dos candidatos são avaliadas no período em que ele está diante do entrevistador. 

Ainda que o número de candidatos participantes e as atividades envolvidas na dinâmica variem de acordo com o perfil da empresa e das vagas oferecidas, algumas orientações valem para todos os cenários.

Para a consultora em desenvolvimento pessoal e profissional Izabel Failde, autora do Manual do Facilitador para Dinâmicas de Grupo (Editora Papirus),  o candidato deve planejar previamente como pretende se posicionar nesses encontros e deve evitar determinados comportamentos comprometedores. O participante precisa ter em mente que tipo de marca deseja deixar, aconselha. Veja as dicas da consultora:

Exposição em excesso
Os selecionadores dependem da participação dos candidatos para conseguir avaliar os desempenhos, mas exposição em excesso pode atrapalhar. Dentro de um processo seletivo, a questão do espaço é muito importante, diz Izabel. Não saber ouvir, nem respeitar a vez do outro, é um erro grave.

Falta de energia
Num outro extremo, há pessoas que têm medo de se expor ou demonstram pouco interesse durante o processo. Para conquistar seu espaço é preciso ter uma postura positiva diante das atividades propostas e saber se expressar, afirma Izabel. Segundo ela, o autoconhecimento é fundamental para se posicionar de forma segura nesses momentos.

Artificialidade
Não adote um comportamento artificial para tentar se sobrepor. Não há como fingir a personalidade o tempo todo, garante Izabel. A consultora explica que os processos seletivos longos garantem maior segurança à empresa, já que os candidatos passam mais tempo diante dos selecionadores. E se a pessoa conseguir driblar o consultor, não passará no período inicial de experiência na empresa, o que pode ser bem mais comprometedor para o perfil profissional.

Arrogância
Jamais mencione que não tem pontos fracos. É um erro achar que está completamente preparado para um processo ou adotar uma postura de superioridade na carreira. Segundo Izabel, a arrogância é um comportamento inadequado que aparece com frequência nas seleções. Para evitar um deslize do tipo, basta tomar cuidado com o tom de voz ou a com maneira que descreve uma experiência. Apresente-se como uma pessoa flexível e em desenvolvimento, ensina.

Cordialidade
A divergência de opiniões ou objetivos pode ocorrer durante a dinâmica. Nesse caso, evite bater de frente com algum concorrente. Compartilhe suas idéias com o grupo e deixe a decisão final para ele, sugere Izabel. É mais importante pensar no resultado que deve ser apresentado do que tentar ganhar uma discussão. A pessoa que deseja se impor é observada de maneira negativa, diz.

Padronização
Não há certo ou errado em dinâmicas de grupo, pois o perfil dos selecionados varia conforme o interesse da empresa. Por isso, evite fazer o que todos fazem ou se preparar com respostas prontas, recomenda a especialista. A padronização gera impessoalidade, fator que compromete a avaliação do candidato. Crie seus próprios exemplos para apresentar os diferenciais, destacando experiências específicas, aconselha a psicóloga.

Leia mais
Aproveite a dinâmica de grupo para mostrar quem você é

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG