Publicidade
Publicidade - Super banner
Carreiras
enhanced by Google
 

A importância do diálogo com a equipe em momentos de crise

Chefe deve ter transparência para evitar pânico entre os funcionários e retomar o foco da empresa, afirmam especialistas

Rachel Sciré |

Um dos papéis do líder é contribuir para manter sua equipe motivada e comprometida com os resultados da empresa. Se esse já é um desafio no dia-a-dia, torna-se mais relevante em períodos de crise. Recessão e desemprego não só assustam os profissionais, como os deixam vulneráveis, afirma a consultora Cida Bucater, que atua no Instituto de Organização Racional do Trabalho (Idort/SP).

Um chefe, porém, não pode se intimidar com a situação e deixar de tomar as decisões necessárias. O líder que poupa demais sua equipe acaba prejudicando os resultados, afirma Fátima Motta, professora de pós-graduação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). 
Para as especialistas, preservar os funcionários das dificuldades ou instalar um ambiente de pânico na empresa em nada contribuem para enfrentar a tensão. O ideal é unir a equipe e fazê-la não desviar do foco, sugere Fátima.

A transparência nas atitudes dos líderes, aliás, é um requisito indispensável, principalmente em tempos de turbulência, quando cada empresa sofre as consequências de maneira diferente. Em vez de olhar a crise como um buraco negro, é preciso esclarecer os fatos diante dos objetivos da empresa, aconselha a professora.

O diálogo minimiza os boatos e o clima de insegurança, afirma Cida.Principalmente, porque num momento de tensão, o que as pessoas menos querem é assumir uma postura que poderá ser avaliada como inadequada.

A desinformação, portanto, pode fazer com que os funcionários tenham receio de expor boas ideias, capazes de ajudar a empresa a superar as dificuldades encontradas, explica a consultora do Idort.

 

Leia tudo sobre: ig empregosig empregos carreira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG