Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Captiva já está pronto para o País

Conforme antecipado pelo JC há um mês, o Chevrolet Captiva, que chega do México no mês que vem, terá dianteira exclusiva para o Brasil. Flagramos o modelo com a cara nacional, sem disfarces.

Agência Estado |

A grade dianteira ficou diferente: ganhou uma barra pintada da cor do veículo, que suporta o logotipo que a marca utiliza no País, a "gravatinha" dourada.

No Captiva disponível nos mercados americano e mexicano, a barra da grade é cromada e fica em posição mais alta. Além disso, utiliza outro logotipo da Chevrolet, mais discreto (redondo, com o símbolo da marca no centro).

Segundo fontes ligadas à fabricante, os pacotes de equipamentos que serão oferecidos no mercado brasileiro também são exclusivos. E ainda haverá peculiaridades no acabamento.

O modelo virá para ocupar o lugar da Blazer, cuja versão bicombustível ficará restrita a frotistas. As opções a diesel, ao menos por enquanto, continuarão à venda. Segundo as mesmas fontes, o carro custará cerca de R$ 120 mil.

O utilitário-esportivo terá apenas uma versão de motor: 3.6 V6, o mesmo que equipa o sedã australiano Omega. No Captiva, sua potência foi reduzida para 247 cv. A tração é apenas na dianteira.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG