Tamanho do texto

SÃO PAULO - Representantes da União Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) adiaram um encontro que teriam hoje para discutir o pacote de ajuda à Grécia diante dos problemas no setor aéreo por causa das cinzas de um vulcão na Islândia. O fechamento do espaço aéreo na maior parte da Europa afetou os voos para Atenas.

SÃO PAULO - Representantes da União Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) adiaram um encontro que teriam hoje para discutir o pacote de ajuda à Grécia diante dos problemas no setor aéreo por causa das cinzas de um vulcão na Islândia. O fechamento do espaço aéreo na maior parte da Europa afetou os voos para Atenas. A reunião desta segunda-feira serviria para finalizar os termos dos empréstimos acordados entre participantes da zona do euro e FMI. O ministério das Finanças da Grécia avisou que as conversas podem ocorrer na quarta-feira, se as condições permitirem. Nove entre 10 gregos, ou 92%, estão convencidos de que o envolvimento do FMI na ajuda a Atenas deve levar à imposição de novas medidas de austeridade. O dado faz parte de pesquisa opinião conduzida pela empresa Pulse RC e publicada ontem no jornal"Typos tis Kyriakis". O levantamento foi realizado nos dias 15 e 16 deste mês, horas depois de o ministro das Finanças da Grécia, George Papaconstantinou, enviar carta aos chefes da Comissão Europeia, Banco Central Europeu e FMI. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.