Tóquio, 4 dez (EFE).- A companhia japonesa Canon cortará mais de 1.

100 postos de trabalho em sua fábrica na província de Oita, no oeste do Japão, por causa da crise econômica global.

Fontes oficiais informaram à agência "Kyodo" que a Canon deve cortar 1.097 postos por meio de cancelamentos de contrato ou da não renovação dos mesmos.

Um porta-voz da companhia confirmou os cancelamentos de contratos em decorrência de um corte na produção, mas não especificou o número de funcionários que perderão seus empregos.

A Canon reduziu sua previsão de exportações de câmeras digitais para o próximo ano fiscal, dos 29,4 milhões iniciais para 27,9 milhões.

A Toshiba também planeja cortar 380 postos de trabalho em sua fábrica em Oita no final de março, segundo fontes do setor. EFE fab/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.