Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Campo retoma protestos diante do Parlamento argentino

Buenos Aires, 7 out (EFE).- As patronais agropecuárias da Argentina instalaram hoje uma tenda diante do edifício do Parlamento para reivindicar medidas de estímulo ao setor, uma metodologia de protesto que já havia sido utilizada no mais ríspido conflito com o Governo há alguns meses.

EFE |

A instalação da tenda coincide com uma greve comercial iniciada pelos agricultores na sexta-feira passada e que termina amanhã, quarta-feira.

"Estamos dispostos a pactuar. Estamos todos juntos e vamos lutar e seguir reivindicando até que tenhamos a Argentina que queremos", disse o chefe da Federação Agrária da província de Entre Ríos, Alfredo D'Angeli, em coletiva de imprensa diante do Parlamento.

A greve comercial, a quinta deste tipo do ano, consiste no não envio de cereais a indústrias e exportadores e de gado bovino aos supermercados.

O Governo argentino disse se sentir "surpreendido" com a medida de protesto e acusou os dirigentes rurais de não quererem dialogar, em momentos em que as autoridades planejam lançar um plano para o setor.

Neste sentido, o presidente da Federação Agrária Argentina, Eduardo Buzzi, assegurou que as patronais não tiveram a possibilidade de saber os detalhes do plano nem discutir seu conteúdo.

"Não anteciparam nada. Depois teremos que avaliar se tem impacto na vida dos produtores ou se buscam confundir a opinião pública", afirmou Buzzi. EFE nk/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG