Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Camex sobretaxa importações de fibras de viscose

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiu sobretaxar provisoriamente as importações brasileiras de fibras de viscose originárias da Áustria, Taiwan e China. Será aplicada uma taxa de US$ 0,33 por quilo para o produto comprado da Áustria, US$ 0,39 por quilo para o produto de Taiwan e US$ 0,18 por quilo para a viscose vinda da China.

Agência Estado |

O direito antidumping terá validade por seis meses, até que o Departamento de Defesa Comercial do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior conclua as investigações da denúncia de prática de dumping nas importações de fibras de viscose destes três países. Ao final do processo, a Camex pode tornar a sobretaxa definitiva ou alterar os valores.

A denúncia de dumping foi feita em outubro de 2007 pela Vicunha e englobava também os produtos comprados da Indonésia e da Tailândia. Segundo a decisão da Camex, publicada hoje no Diário Oficial da União, o período investigado é entre 1º de janeiro de 2007 e 31 de dezembro de 2007. Os técnicos do Ministério do Desenvolvimento constataram, de forma preliminar, que houve danos à indústria nacional, que perdeu participação no mercado doméstico e registrou queda no lucro operacional e no faturamento líquido.

Por outro lado, a participação das importações de fibras de viscose da Áustria, Taiwan e China no mercado brasileiro cresceu de 6,1% em 2003 para 38,3% em 2007. A fibra de viscose é utilizada em malharias e tecelagens, na fabricação de vestuário, tecidos para decoração, mesclados ou não com poliéster ou algodão.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG