Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Camex decide nova baixa na cota de importação de pneus remoldados

BRASÍLIA - A Câmara de Comércio Exterior (Camex) baixou medida com mais uma redução nas cotas de importações de pneus remoldados do Uruguai e do Paraguai. Com o corte, o volume permitido de hoje a 30 de abril cai à metade das 332 mil unidades permitidas até dezembro de 2008.

Valor Online |

Agora, a importação do Uruguai ficou limitada a 84 mil, e do Paraguai em 82 mil, somando 166 mil unidades.

A resolução da Camex atende à política adotada pelo governo brasileiro para cumprir decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC) em contencioso entre o Brasil e União Européia sobre a matéria.

A OMC reconheceu o direito do governo brasileiro de barrar a importação de pneus usados e recauchutados (remodelados), por motivos ambientais. Mas o organismo internacional determinou que não poderia haver discriminação. Ou seja, o Brasil até pode proibir, mas tem que ser para todo o mundo.

Mas diante da existência de importações amparadas por liminares judiciais, e por pressão dos sócios do Mercosul, o governo ainda não pode eliminar, totalmente, a importação de pneus usados.

Por isso, a Camex vem reduzindo as cotas de aquisições nos parceiros do bloco econômico, enquanto negocia uma norma para todo o Mercosul sobre importações de bens usados.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG