Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caiu pelo sexto dia consecutivo nesta terça-feira, influenciado pelo crescente interesse de investidores estrangeiros no Brasil em meio a uma sessão de ajustes no exterior.

" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CÂMBIO-Estrangeiro compra reais e dólar cai pelo 6o dia seguido

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caiu pelo sexto dia consecutivo nesta terça-feira, influenciado pelo crescente interesse de investidores estrangeiros no Brasil em meio a uma sessão de ajustes no exterior.

Reuters |

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar caiu pelo sexto dia consecutivo nesta terça-feira, influenciado pelo crescente interesse de investidores estrangeiros no Brasil em meio a uma sessão de ajustes no exterior.

A moeda norte-americana recuou 0,45 por cento, para 1,755 real, a menor cotação de fechamento desde 12 de janeiro. O declínio acumulado nessa sequência de quedas alcança 4,1 por cento. No ano, contudo, a moeda ainda sobe 0,69 por cento.

Na contramão, o dólar subia 0,3 por cento em relação a uma cesta com as principais moedas no exterior. O euro era uma das que mais perdiam, com baixa de 0,6 por cento pela volta das preocupações com a Grécia.

O que permitiu um comportamento diferente do mercado local foi, segundo profissionais da área de câmbio, o interesse de investidores estrangeiros no Brasil. A Pimco, maior gestora de fundos de bônus do mundo, citou o real como uma das melhores moedas para se investir no mundo atualmente, por exemplo.

"Tem bastante entrada de gringos, fundos de pensão", disse Marcelo Oliveira, operador de câmbio da corretora BGC Liquidez.

Nos mercados de dólar futuro e cupom cambial, os estrangeiros têm mesmo mostrado que estão mais confortáveis com um viés de baixa da moeda norte-americana. Na segunda-feira, os investidores não-residentes tinham 1,672 bilhão de dólares em posições vendidas na moeda, ante 1,216 bilhão de dólares em posições compradas no final de março.

O próprio fluxo externo para a bolsa tem melhorado, revertendo no primeiro dia de abril o resultado negativo que vinha sendo registrado no ano. As entradas no ano agora superam os resgates em 119,2 milhões de reais.

No mercado à vista de câmbio, o volume de negócios recuperou-se após o feriado da Páscoa, e superava os 4 bilhões de dólares a poucos minutos do fim da sessão, segundo dados parciais da clearing (câmara de compensação) da BM&FBovespa.

Na véspera, com os mercados europeus fechados ainda por causa da Páscoa, o volume ficou em 1,5 bilhão de dólares.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG