SÃO PAULO (Reuters) - O dólar disparou 6 por cento nesta segunda-feira com a deteriorização do cenário global após a rejeição do plano de resgate dos Estados Unidos ao setor financeiro, fechando no maior patamar desde setembro de 2007. A moeda norte-americana fechou cotada a 1,964 real, com valorização de 5,99 por cento, maior alta percentual diária desde janeiro de 2002, quando o mercado refletia as incertezas com as eleições daquele ano.

(Reportagem de Jenifer Corrêa)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.