Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CÂMBIO-BC atua e dólar cai mais de 1% em sessão volátil

Por Fabio Gehrke SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda nesta terça-feira, pressionado por atuações do Banco Central em mais uma sessão marcada por volatilidade e baixo volume de negócios.

Reuters |

A moeda norte-americana caiu 1,08 por cento, a 2,473 reais. Nos primeiros negócios da sessão, o dólar chegou a subir quase 2 por cento. Na miníma, a divisa atingiu 2,434 reais, queda de 2,44 por cento.

"O BC aproveitou que o mercado estava meio sem rumo e veio pra derrubar de vez (a cotação)", afirmou Mario Battistel gerente da Fair Corretora, lembrando que no início da tarde o dólar operava em leve queda mas sem força expressiva.

Nesta terça-feira, o Banco Central rolou 66.440 contratos de swap cambial tradicional, no valor de cerca de 3,218 bilhões de dólares, dos mais de 355 mil contratos que vencem em 2 de janeiro.

Em seguida, a autoridade anunciou que fará uma pesquisa de demanda para a realização de um novo leilão de swap cambial tradicional na quarta-feira para prosseguir com a rolagem do lote de contratos que vencem no próximo mês.

Segundo Battistel, o dólar já vinha caindo frente ao real pressionado pelos movimentos dos principais mercados cambiais internacionais. Frente a uma cesta com as principais moedas, a divisa norte-americana recuava 0,10 por cento.

"O mercado continua muito volátil", afirmou Marcelo Voss, economista-chefe da corretora Liquidez, lembrando que o mês de dezembro tem naturalmente mais "complicações, com os vencimentos de contratos de empréstimos e as remessas para o exterior".

"Hoje, tivemos uma rolagem de swap com demanda acima do esperado pelo mercado", afirmou Voss, explicando que este tipo de operação pressiona as cotações nos mercados futuros que orientam o mercado à vista.

Mesmo com a moeda recuando mais de 1 por cento, o Banco Central realizou mais um leilão, vendendo dólares das reservas diretamente no mercado à vista, definindo a tendência de queda da moeda na sessão.

Apesar da queda nesta sessão, Marcos Forgione, operador de câmbio da B&T Corretora de Câmbio, pondera: "Estamos recuando hoje, mas o patamar ainda é muito alto".

Em sessões recentes o dólar chegou a operar nos maiores níveis em mais de 3 anos. No mês a divisa acumula alta de 6,6 por cento.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG