Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CÂMBIO-Após anúncios de leilões, dólar desacelera alta para 1%

Por Jenifer Corrêa SÃO PAULO (Reuters) - O dólar reduziu a alta nesta segunda-feira após as atuações anunciadas pelo Banco Central, mas ainda fechou com avanço de cerca de 1 por cento sobre o real.

Reuters |

Segundo operadores, o movimento do câmbio acompanhou o desânimo dos mercados globais em uma sessão de volume de negócios menor que o habitual.

A moeda norte-americana fechou a 2,296 reais, em alta de 1,06 por cento, após ter chegado a avançar 2,5 por cento durante a sessão.

"O dólar ficou para cima devido ao mau desempenho da bolsa (Bovespa), principalmente... Nós tivemos o problema da queda do preço das commodities fazendo com que várias ações tivessem perdas consideráveis", avaliou Tarcísio Rodrigues, diretor de câmbio do Banco Paulista.

Com os preços do petróleo abaixo de 38 dólares por barril em Nova York, o principal índice da Bovespa recuava quase 5 por cento perto do fechamento do mercado de câmbio, seguindo a tendência de queda das bolsas de valores norte-americanas.

O Banco Central realizou um leilão de venda de dólares no mercado à vista e ainda anunciou para terça-feira três leilões simultâneos de venda de dólares com compromisso de recompra.

Nesta segunda-feira, o volume de negócios no mercado de câmbio, apesar de maior que o da última sessão, ainda foi menor que o habitual. Segundo os dados mais recentes atualizados pela BM&F, o volume negociado no mercado de dólar à vista girava em torno de 1 bilhão de dólares, pouco mais de um terço da média diária do mês de dezembro.

Para Rodrigues, os investidores se mantinham em compasso de espera com a proximidade de algumas definições importantes para os mercados, como a posse do presidente eleito nos Estados Unidos, Barack Obama, e a decisão do novo patamar do juro básico brasileiro, ambas na semana que vem.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG