Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Câmbio pode levar à desindustrialização do setor de eletroeletrônicos

SÃO PAULO - O fortalecimento do real frente ao dólar pode levar à desindustrialização do setor de eletroeletrônicos brasileiro no médio prazo, alertou hoje a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). O baixo valor do dólar, afirma a entidade, tem efeito negativo duplo: incentiva a substituição de produtos por importados e reduz a competitividade dos aparelhos brasileiros no exterior.

Valor Online |

Estamos muito preocupados com o déficit crescente na balança comercial (do setor), causado pelo câmbio desequilibrado, afirmou o presidente da Abinee, Humberto Barbato. Isso pode levar à desindustrialização do setor no médio prazo, e portanto é importante que o governo aja para evitar isso, acrescentou.

Segundo Barbato, por enquanto, o déficit no setor ainda é sustentável, uma vez que a balança comercial brasileira como um todo apresenta saldo positivo. Ainda assim, afirma, é importante que o setor trabalhe em acordo com o governo para reduzir o saldo negativo, e isso passaria por um reajuste na taxa de câmbio atual.

Temos o exemplo do setor de componentes. Até 1990, tínhamos uma indústria forte nesse segmento, mas que acabou sendo destruída (pela abertura econômica), afirmou. Segundo Barbato, outra medida importante para evitar colapsos como esses seria fomentar o investimento no setor, inclusive no de componentes. Para atrair esse capital, porém, seria necessário uma revisão tributária e programas de incentivo fiscal. São problemas sérios que precisam ser enfrentados, e que demandam muita vontade política, afirma ele.

(José Sergio Osse | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG