Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Câmbio já afeta Zona Franca de Manaus

A disparada do dólar já começa a paralisar a produção e as vendas da indústria de aparelhos eletroeletrônicos e motocicletas. No Pólo Industrial da Zona Franca de Manaus, a Moto Honda, fabricante de motocicletas, e a Elgin, que produz eletroeletrônicos, comunicaram o Sindicato dos Metalúrgicos que darão férias coletivas, segundo informa o secretário do sindicato, João Brandão.

Agência Estado |

Ele conta que a Honda dará férias coletivas de 20 dias, a partir de segunda-feira (dia 13), a 4,8 mil funcionários. A Elgin planeja dar férias coletivas de 25 dias para 200 funcionários, a partir de quarta-feira da semana que vem (dia 15). "Todas as grandes fabricantes de eletroeletrônicos - LG, Samsung, Sony, Semp Toshiba e Philips - já sinalizaram para a diretoria do sindicato dos metalúrgicos que darão férias coletivas. Elas ficaram de confirmar a decisão na sexta-feira", afirma Brandão.

De acordo com o sindicato, a Sony teria demitido 100 trabalhadores na terça-feira (dia 7), enquanto a Honda e a Elgin não descartariam demissões no retorno das férias coletivas. A diretoria da Sony confirma as demissões, mas não o número de trabalhadores que foram cortados. Segundo a companhia, reduções de quadro de pessoal são normais nesta época do ano porque o estoque de algumas linhas de produtos já atingiu o nível desejado. "Faz quatro anos que não temos um volume tão grande de empresas sinalizando férias coletivas ao mesmo tempo", observa Brandão. A decisão ganha mais relevância porque a interrupção ocorre exatamente no pico de produção das encomenda de fim de ano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: crise financeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG