Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Câmbio financeiro refletiu volatilidade dos mercados, diz BC

BRASÍLIA - O saldo cambial até o último dia 19 estava positivo em US$ 3,459 bilhões, mas o movimento de câmbio financeiro refletiu a intensa volatilidade da semana passada, em função da crise financeira internacional. Também os bancos elevaram suas reservas (posição comprada) para US$ 7,214 bilhões, ante US$ 3,755 bilhões fechados em agosto.

Valor Online |

De acordo com o Banco Central (BC), o resultado de ingressos e saídas de empréstimos e captações ficou negativo em US$ 1,955 bilhão.

O chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, explicou que houve uma piora no resultado do câmbio financeiro, já que na parcial do mês de setembro até o dia 12 esse saldo estava positivo em US$ 725 milhões. Segundo ele, o resultado negativo até o dia 19 refletiu saídas de investimentos no mercado acionário brasileiro, além de remessas de lucros e dividendos.

No mês de setembro até hoje, o BC acusa uma retirada de investimentos em ações do país no valor de US$ 1,081 bilhão.

"Os impactos mais evidentes da crise financeira internacional se dão no mercado acionário e nas remessas de lucros e dividendos. A gente viu a forte volatilidade na Bovespa na semana passada", completou Lopes.

Os dados parciais do BC sobre o câmbio contratado nos bancos em setembro, até dia 19, apontam para exportações de US$ 13,334 bilhões ante importações de US$ 7,921 bilhões. Portanto, o saldo do câmbio comercial era de US$ 5,414 bilhões. Já o câmbio financeiro apontava ingressos de US$ 19,501 bilhões, ante saídas de US$ 21,456 bilhões, com saldo deficitário de US$ 1,955 bilhão.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG