A assessoria da Eletrobras informou no final desta tarde que as empresas Odebrecht e Camargo Corrêa não se inscreveram para disputar, em parceria com a Eletronorte, o leilão da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). O prazo da chamada feita pela Eletronorte terminou às 17 horas.

A assessoria da Eletrobras informou no final desta tarde que as empresas Odebrecht e Camargo Corrêa não se inscreveram para disputar, em parceria com a Eletronorte, o leilão da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). O prazo da chamada feita pela Eletronorte terminou às 17 horas.<p><p>A assessoria da Eletrobras disse que mais de dez empresas se cadastraram, mas não revelou os nomes nem as formações dos consórcios. A expectativa era de que Camargo Corrêa e Odebrecht pudessem compor um segundo consórcio na disputa pela hidrelétrica, uma vez que Andrade Gutierrez, Vale, Votorantim e Neoenergia tinham confirmado a participação.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.