Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Câmara Legislativa do Distrito Federal confirmou que foi notificada hoje da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que cassou o mandato do governador licenciado, José Roberto Arruda (sem partido), por infidelidade partidária. A partir de hoje, a defesa de Arruda terá três dias para recorrer.

Cabe recurso no próprio TRE e também no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na terça feira, a Corte decidiu por quatro votos a três afastar o governador do cargo. Arruda pediu a desfiliação partidária depois que se tornou público o "mensalão do DEM, esquema de corrupção que envolvia o pagamento de propina para parlamentares e secretários distritais.

(Fernando Taquari | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.