Um grupo bipartidário de deputados da Câmara de Representantes dos EUA derrotou o plano de socorro de US$ 700 bilhões para Wall Street, rejeitando os apelos da administração do presidente George W. Bush e dos líderes do Congresso de ambos os partidos sobre as potenciais graves conseqüências da falta de uma ação dos legisladores com relação a crise que atinge os mercados financeiros.

O plano recebeu 228 votos contra e 205 votos a favor e as ações despencaram imediatamente em reação ao resultado, com o Dow Jones caindo 705 pontos na mínima do dia.

A derrota ocorreu apesar dos líderes da Câmara terem mantido a votação aberta além do limite de tempo de 15 minutos, com os defensores do plano incapazes de convencer um número suficiente de deputados de ambos os partidos a mudarem seus votos contrários.

A derrota é um importante revés para a administração Bush, especificamente o Departamento do Tesouro, assim como para os legisladores que trabalharam durante a última semana para viabilizar o pacote, concebido como resultado do colapso do Lehman Brothers Holdings Inc, socorro do governo para a gigante American International Group Inc (AIG) e tomada do controle das agências hipotecária Fannie Mae e Freddie Mac. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.