WASHINGTON (Reuters) - A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos está discutindo um pedido da indústria de veículos para aprovar pelo menos 25 bilhões de dólares em empréstimos lastreados pelo governo para ajudar as empresas do setor a reequipar unidades produtivas para que sejam capazes de fabricar produtos mais eficientes, afirmou o líder da maioria, Steny Hoyer, nesta terça-feira. Hoyer não pode dizer precisamente quando ou se qualquer proposta pode entrar na pauta de votação dos parlamentares antes que eles entrem em recesso no fim de setembro -- possivelmente para o restante do ano.

Para que as montadoras obtenham acesso a até 25 bilhões de dólares de empréstimos a juros baixos sob a lei federal de energia de 2007, o Congresso norte-americano precisa aprovar cerca de 3,8 bilhões de dólares em novos gastos para cobrir o risco de inadimplência. Hoyer sugeriu que a questão pode ser encaixada num segundo pacote de estímulo econômico, o qual alguns democratas estão pedindo que o Congresso se responsabilize.

Mas a General Motors, Ford Motor e Chrysler [CBS.UL] pressionam por medidas urgentes. Elas querem obter o crédito o mais rápido possível e conseguir mais 25 bilhões de dólares em financiamentos -- para um total de 50 bilhões de dólares. Hoyer afirmou que o número final 'ainda está no ar'.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.