BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara aprovou nesta quarta-feira, por votação simbólica, o texto base da medida provisória 443 que autoriza a compra de instituições financeiras pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal. A MP foi a segunda editada pelo governo para enfrentar a crise financeira global. A Câmara passa a votar os destaques apresentados pelos deputados.

O relator João Paulo Cunha (PT-SP) já incluiu no texto base um pedido da oposição de reduzir o prazo de validade da autorização para que BB e Caixa façam as aquisições. Anteriormente, o prazo estipulado era até o fim de 2011, prorrogável por mais dois anos. O texto aprovado determina um prazo até 30 de junho de 2011, prorrogável por mais um ano.

(Reportagem de Fernando Exman)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.